MESSAGGERO CELERE VENCE CLÁSSICO ARTHUR SCHIEL E PASSA COM LOUVOR NO TESTE PARA A TRÍPLICE COROA

Logo após a largada, Um Colosso saiu de pé em baixo e assumiu a dianteira com boa folga para o favorito Messaggero Celere, enquanto Ultimate Tyrante e Olho no Disco se alternavam nas posições subsequentes. A carreira em nada se alterou até a altura dos últimos 500 metros, quando o piloto I.Gaier deu “boca” para o pupilo do Stud Duplo Ouro e fugiu para o espelho. Um colosso, mesmo esmorecendo muito, ainda foi o segundo colocado. Ultimate Tyrant e Olho No Disco completaram o placar.

MESSAGGERO CELERE VENCE CLÁSSICO ARTHUR SCHIEL

O ganhador é um M/C – 3 anos – RS – por HOLZMEISTER E INCA’S TREASURE (CLACKSON) -de criação do HARAS DAS ESTRELAS e de propriedade do vitorioso STUD DUPLO OURO.

No treinamento Antonio Carlos Silveira esteve mais uma vez perfeito, enquanto na condução I.Gaier comprovou muita competência.

Tempo: 1,38,4s.

EM ARRANCADA FULMINANTE ESPETACULAR DANCE VENCE O GP TURFE GAÚCHO

Como já era de se prever, a final da 45ª edição do GP Turfe Gaúcho foi cheia de emoção do inicio ao fim. Logo após a largada, Avante Solo pegou ligeiro e arrancou com meio corpo de vantagem para Espetacular Dance, Bambino Dodge que se escapou na largada era o terceiro a uns dois corpos do ponteiro, enquanto Just Machine apenas observava a briga de longe. Na altura dos 300 metros finais Avante Solo ainda era o ponteiro, mas neste momento muito ameaçado pela pupila de Nilton Pires, e também por Bambino Dodge que na altura dos 200 metros derradeiros chegou a assumir a dianteira e dar nítida impressão de vitória. Porém nos últimos 150 metros, Espetacular Dance que até então corria por cima dos trilhos, conseguiu alinhar e arrancou com muita força para cima do Bambino Dodge que nada pode fazer a não ser se contentar com vice-campeonato. Avante Solo, mesmo finalizando no terceiro posto comprovou ser máquina de correr, pois com todos contratempos que enfrentou ainda ponteou a corrida por mais 400 metros.

EM ARRANCADA FULMINANTE ESPETACULAR DANCE VENCE O GP TURFE GAÚCHO

A ganhadora é uma F/A – RS – por First American e Lape Dance, de criação do Haras Internacional e de propriedade do Stud H&R. Na preparação, Nilton Pires mais uma vez comprovou toda sua competência, enquanto Cristiano Machado esteve perfeito no comando das rédeas.
Tempo:39s

 

TURFE GAÚCHO: AS CHANCES DE CADA UM DOS FINALISTAS

* Bambino Dodge: não encontrou dificuldades em sua eliminatória, e ainda assim venceu em boa marca. Nome forte na final. Tempo: 39:3

* Avante Solo: comprovou ser máquina de correr, entrou em pista sentido, saiu de pista desmontado, e ainda assim venceu em marca pouco comum. Caso se recupera até a final é carne de pescoço. Tempo: 38:6

* Espetacular Dance: foi exigida na primeira parte do percurso, mas depois se demonstrou uma potranca séria e forte no final. Vai vender caro a derrota. Tempo: 38:6

* Just Machine: não chegou a ser exigido a fundo por seu piloto, mas com certeza é o mais fraco da final. Tempo: 40:4